Sky With Diamonds

Tangerine trees and marmalade skies.

Sweet Sunday Morning 26/04/2008

Filed under: Across The Universe — sidoninho @ 14:13

A qualidade da foto nao esta muito boa (sonyericsson Power), mas achei que o momento tinha que ser registado…

 

Nick Cave – Porto 4/2008 23/04/2008

Filed under: Concertos — sidoninho @ 20:54

The Ship Song:

 

Novelas (em conversa com o Rodas) 21/04/2008

Filed under: Mescla — sidoninho @ 22:00

Como ja dizia o Victor Espadinha, recordar é viver. Vejam lá este logo:

Era daquela novela que tinha o Luca, jogador de futebol…! Das primeiras novelas (e poucas) que assisti! Chamava-se “Vereda Tropical”

Aqui fica o link (mais para as priminhas) para poderem explorar as vossas novelas:

http://azul-novelaearte.blogspot.com/2008/03/vereda-tropical-rede-globo.html

 

Blowin’in the wind 20/04/2008

Filed under: Mescla — sidoninho @ 13:35

 

 

Ricky Gervais 17/04/2008

Filed under: Mescla — sidoninho @ 16:55

Estamos habituados a ver este senhor na Tv, na grande serie comica “the office”. Neste excerto, ele aparece num espectaculo de Stand-up comedy, a recriar um pseudo-dialogo entre Nietzsche e Hitler. Dizem que Hitler foi influenciado por Nietzsche na sua tentativa de “reinar” na Europa… Ora vejam a conversa entre eles e a suposta opiniao de Nietzsche acerca das ideias de Hitler:

Muito Bom!!! (quem gosta deste humor é o Citinho)

 

SCP-SLB 16/04/2008

Filed under: Mescla — sidoninho @ 19:18

A ver se nao ficamos presos pelo esquema tactico… e nao só..

(foto tirada a uns anitos nas Aves)

 

Não Queiras Saber de Mim 08/04/2008

Filed under: Dica musical — sidoninho @ 21:53

Vi isto com minha “madrezita” deve estar a fazer um ano… A suavidade e o timbre experiente de Rui Veloso, ao qual sorrimos de satisfaçao ao ouvir, faz parelha com a grande Mariza. A voz desta senhora do Fado empurrou-me e colou-me à cadeira devido à sua força. Tal e qual o motor da carrinha da Cimenta quando puxado por ele.. E depois a musica é algo… ora vejam:

Não queiras saber de mim
Esta noite não estou cá
Quando a tristeza bate
Pior do que eu não há
Fico fora de combate
Como se chegasse ao fim
Fico abaixo do tapete
Afundado no serrim

Não queiras saber de mim
Porque eu estou que não me entendo
Dança tu que eu fico assim
Hoje não me recomendo

Mas tu pões esse vestido
E voas até ao topo
E fumas do meu cigarro
E bebes do meu copo
Mas nem isso faz sentido
Só agrava o meu estado
Quanto mais brilha a tua luz
Mais eu fico apagado

Amanhã eu sei já passa
Mas agora estou assim
Hoje perdi toda a graça
Não queiras saber de mim

Dança tu que eu fico assim
Porque eu estou que não me entendo
Não queiras saber de mim
Hoje não me recomendo

(ah… falta dizer que…pronto.. o Carlos Tê lá fez o seu trabalhinho genial…) 😉